Cirurgia do siso: Perca o medo e cuide da sua saúde dentária

cirurgia-do-siso

Cirurgia do siso: Perca o medo e cuide da sua saúde dentária

Para aqueles preocupados com a saúde dentária como um todo


Para quem é indicada a cirurgia do siso? 

A cirurgia de extração dos terceiros molares ou dentes do siso é recomendada para pacientes por volta dos 18 anos, quando os tecidos da gengiva ainda não enrijeceram completamente. Porém, para os pacientes fora desta faixa etária que sentem dores e inchaço na região causados pela falta de espaço para o dente na arcada, é indicada a cirurgia para evitar maiores inflamações.

 

O dente do juízo também pode ser associado a problemas dentários diversos, tais como: 

  • Dentes encavalados por conta da pressão exercida pelos dentes do siso no restante da arcada, empurrando os outros dentes e podendo entortá-los; 
  • Complicações na mordida e na fala; 
  • Infecções contínuas nos sisos e necessidade de posteriores tratamentos que poderiam ter sido evitados; 
  • Má higienização do siso devido a dificuldade de limpeza da região; 
  • Necessidade de tratamento de canal por conta do contato entre o dente do siso e a raiz dos segundos molares; 
  • Inchaço e dor devido aos dentes do siso inclusos, os quais deixam de nascer por conta da falta de espaço na arcada; 
  • Entre outros problemas inflamatórios e dores na região maxilar os quais podem ser associados os dentes do siso.

A cirurgia do siso 

O processo cirúrgico pode ser realizado após os dentes do siso nascerem ou até mesmo para os dentes inclusos, dependendo da avaliação do profissional e das queixas do paciente. Para o procedimento, há aplicação de anestesia local nas regiões que cercam o dente, a qual causa dormência nos tecidos por tempo suficiente para ser feita a extração do dente. O tempo de duração da cirurgia do siso varia de acordo com cada paciente, dependo da posição que se encontra o dente e de outros fatores individuais os quais podem interferir no processo de extração. 

Por fim, o dentista cirurgião finaliza o procedimento com sutura local para auxiliar a cicatrização da região onde foi feita a extração. Não é necessária internação do paciente, porém recomenda-se repouso acompanhado de medicamentos analgésicos para eventuais dores após o término do efeito da anestesia, assim como uma dieta líquida nos primeiros três dias após a cirurgia do siso.

A recuperação depende da dificuldade de extração do siso, podendo ser atrelada a alguns sintomas comuns ao pós-operatório como dores, inchaços faciais na área da remoção e pequenos sangramentos nas primeiras 24hrs após a cirurgia do siso. Em caso de sintomas adversos, a melhor recomendação é realizar uma nova consulta e, se caso for necessário, uma segunda opinião de um outro profissional que não realizou a primeira consulta.

Dessa forma, você terá certeza que a cirurgia do siso foi realmente efetiva ou se será necessário acompanhamentos futuros de eventuais complicações. 

Qual profissional pode efetuar a cirurgia? 

Os profissionais aptos para realizar a cirurgia do siso são cirurgiões dentistas ou cirurgiões buco-maxilo-facial. 

Para facilitar a escolha do profissional certo, conte com a Planos Dental para encontrar o melhor dentista para você.

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AS ÚLTIMAS NOTICIAS